Falei Tá Falado! 2016 promete altas temperaturas na disputa pela prefeitura.

De um lado os Teles de Mendonça manterá o apoio a Valmir enquanto Luciano não contará com Arnaldo e terá o PT pleiteando a cabeça de chapa.

Na festa de inauguração do pórtico de Itabaiana, no dia 27/12/2014, a deputada Maria Mendonça (PP) disse em sua fala que o prefeito Valmir (de Francisquinho) dos Santos Costa (PR) será candidato à reeleição em 2016 com o apoio da família Teles de Mendonça, mas não disse quem será o candidato à vice.

Já o ex-deputado Jose Teles (PSC), irmão de Maria, por algumas vezes disse em conversa com amigos que estava pesando em participar da chapa de 2016; ocorre que no presente Zé tem feito referencias efusivas há representantes da terceira geração dos Teles de Mendonça, sobrinho, netos etc.

Significa que a família poderá lançar nome novo no cenário politico de Itabaiana para continuar a trajetória iniciada com o patriarca Chico de Miguel (in memoriam).

Por sua vez o prefeito não se furtará em tentar emplacar um nome de sua escolha e ate sem o sobrenome Teles de Mendonça, possivelmente alguém que represente os seguimentos empresariais do município, mas não ira as últimas consequências por uma escolha pessoal.

Quem trabalhar com a hipótese de um racha entre o prefeito Valmir de Francisquinho e a família Teles de Mendonça perderá seu tempo, porque poderão discordar de preferência, opinião e até nomes, mas, os adversários Luciano Bispo (PMDB), deputado estadual eleito, nome forte para assumir a presidência da Assembleia Legislativa – ALESE e Olivier Chagas (PT), que acabou de assumir a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – SEMARH, são fatores suficientes para mantê-los unidos fazendo e suportando tudo para vencê-los mais uma vez, a terceira seguida.

Se do lado situacionista já há um indicativo de que Valmir vai à reeleição faltando definir seu vice, do outro o deputado Luciano Bispo terá que conversar muito com seus liderados e saber fazer a escolha certa para não sofrer novo revés.

Com Olivier posicionado no primeiro escalão do governo de Jackson Barreto, o PT liderado no estado pelo ainda deputado federal Rogério Carvalho volta a crescer no município e deverá pleitear a Pole position exigindo de Luciano habilidade para não contrariar os aliados ainda que negue a cabeça de chapa.

Considerando que o deputado chegue à presidência da ALESE e pense em lançar o nome do seu irmão deputado estadual em fim de mandato Arnaldo Bispo (DEM) para a prefeitura, terá mais um problema, o próprio Arnaldo revelou nesta segunda-feira, 12/01 ao blog que não quer saber de prefeitura e voltará à atividade agra empresarial. Arnaldo não admite nem discutir a candidatura por enxergar de forma muito pejorativa o cargo de prefeito; isso melhora as chances dos outros prováveis nomes principalmente Olivier que ambiciona a posição há muito tempo.       

Independente de quem seja o candidato a prefeito de um lado e do outro em 2016 a tendência é que Itabaiana mais uma vez seja palco de uma disputa titânica pela hegemonia politica local.  

Deixe uma resposta