PROINVESTE. Governo responde ao blog e diz que obras estão em andamento

30 homens trabalham nas obras da Rota do  Agreste

Em matéria publicada no dia 12 (Clique aqui para ler) o blog relacionou as 34 obras que o governo do estado de Sergipe anunciou que fará com recurso do PROINVESTE, mas até aquele momento não havia informações do inicio ou andamento destas obras. Nesta quinta-feira, 18/09 a SECOM enviou e-mail com matéria onde afirma que o estado já iniciou as obras da SE 255(Rota do Agreste) ligando os municípios de Itabaiana, a partir do povoado Gandu (Ponto de Amaro – BR 235) e Itaporanga D’Ajuda no povoado Aningas (BR 101).

O texto que segue também informa que outras rodovias nas regiões norte e sul do estado também estão com obras em andamento financiadas pelo PROINVESTE. 

Rota do Agreste: Tem início a construção da rodovia que liga Itabaiana a Itaporanga 

Uma ligação entre o desenvolvimento e o progresso começa a ganhar forma no Agreste Sergipano, a 50 km da capital. Está em construção a rodovia SE-255, que irá interligar a BR-235, na altura do povoado Rio das Pedras, em Itabaiana, à BR-101, no povoado Aningas, em Itaporanga D’Ajuda. Com 52 km de extensão ela será estratégica para o escoamento da produção agrícola regional, além de valorizar os municípios e melhorar a condição de vida da população.

O investimento do Governo estadual supera os R$ 58 milhões. Ele é oriundo do Proinveste, sendo diferencial, por exemplo, para a cidade de Itabaiana, pois vai aproximar mercados consumidores, como Salvador (BA), das hortaliças itabaianenses. A estrada passa pelo Perímetro irrigado Poção da Ribeira, em Itabaiana, que beneficia 902 famílias, em 466 lotes onde são exploradas as culturas da batata-doce, coentro, cebolinha, pimentão, tomate, couve, amendoim, berinjela, alface, feijão, vagem, quiabo e milho verde. De acordo com dados da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro), a produção anual do Perímetro em 2013 foi de 21.147 toneladas de alimentos.

O agricultor José Antônio Mesquita é um dos beneficiados com a irrigação no povoado São José. Ele vive da produção e comercialização do que produz e conta que vende para quem oferece o melhor preço. São os atravessadores os responsáveis pela distribuição dos produtos na capital Aracaju e também na Bahia. “Acredito que a rodovia vai trazer melhoria em tudo por aqui, até para vender meus produtos porque vai melhorar o acesso e quem sabe o preço”, relata esperançoso.

Na cidade dos caminhoneiros, estes profissionais das estradas, responsáveis pela distribuição de produtos e mercadorias, serão também diretamente beneficiados com a conclusão da obra.

Andamento

De acordo com o engenheiro da Secretaria Estadual de Infraestrutura, Geraldino Costa, os serviços foram iniciados com a assinatura da ordem de serviço pelo governador Jackson Barreto, no dia 20 de junho de 2014. “Estamos realizando a terraplanagem e a drenagem, além de serviços de topografia. São cerca de 30 homens em campo nesse primeiro trecho da obra”, informou o engenheiro, acrescentando que o prazo do contrato para a conclusão da obra é de um ano.   

A comerciante Maria do Carmo de Jesus Ferreira mora na região há 25 anos e vê da porta de sua mercearia o avançar da obra. Nas margens da via em construção, ela narra o grande tráfego de veículos pesados que corta o chão batido e empoeirado, que vira lama em tempos de chuva e compromete a qualidade de vida dos moradores.

Para ela a obra trará inúmeros benefícios. “Vai urbanizar um pouco, porque o movimento de caminhões já é muito grande por causa de uma pedreira aqui perto, então a rodovia vai acabar com essa poeira que é imensa. Nós ficamos muito felizes quando soubemos que agora, finalmente, vai sair, são muitos anos de espera e agora nós estamos confiantes”, relatou satisfeita.

A estrada terá duas pontes, nos quilômetros 21 e 35, e além de Itabaiana (povoados São José, Mangueira e Mangabeiras), passará também pelos municípios Areia Branca (povoados Boqueirão, Serra Comprida e Pedrinhas) Itaporanga (povoados Cajueiro, Garoba, Iraque e Mata do Alecrim) e São Cristóvão (povoado Ipanema).

“Eu venho trabalhar e os caminhões que trafegam por aqui jogam muita poeira nos olhos. Ao voltar para casa o rosto está cheio de barro. A rodovia vai ser um benefício enorme para a gente, só de não pegar essa poeira já vai ser bom demais”, comenta o vendedor Leandro Mendonça de Lima, para quem a transformação que virá com a rodovia será sentida na pele. “Moro em Ribeirópolis, mas toda segunda-feira eu passo por aqui, sempre de motocicleta”, diz, aguardando com grande expectativa a conclusão da rodovia.

O secretário de Infraestrutura, Valmor Barbosa, destaca a importância que obras estruturantes como esta rodovia têm para a vida do povo. “Nós veremos depois de pronta, de forma prática, como um investimento como esse muda a história de qualquer localidade. Essa rodovia diminui distâncias e ela tem um significado de extrema importância para o desenvolvimento dos municípios diretamente beneficiados”.

Proinveste e rodovias

Através do Proinveste, também já estão em andamento as obras de implantação da rodovia ligando os povoados Santa Cruz e São Miguel, em Propriá; Rodovia Japoatã /Propriá; contorno rodoviário de Itabaianinha; pavimentação do Acesso ao Pov. Calumbi, em Nossa Senhora do Socorro, como também a recuperação do Sistema Viário do Centro Administrativo Gov. Augusto Franco e a urbanização da Av. Euclides Figueiredo, ambos em Aracaju. Também, já está licitada a obra para implantação da Rodovia SE-100 Norte, trecho: Aguilhadas / Atalho, nos municípios de Pirambu e Pacatuba e em fase de projeto a implantação da Rodovia Estância/Abaís.

Deixe uma resposta