Valmir vai ao rádio, critica o governo do PT e provoca a reação de Olivier. “Valmir perde oportunidade de ficar calado”.

Luciano Bispo entende que o itabaianense deve fazer a sua avaliação, sua reflexão.

O prefeito de Itabaiana, Sergipe, Valmir (de Francisquinho) dos Santos Costa – PR anunciou nesta quarta-feira, 22/07 durante entrevista ao radialista Rosalvo Soares, na FM Itabaiana, que promoverá a demissão de servidores contratados, exonerará comissionados e reduzira de 12 para 09 o numero de secretarias municipais.

Valmir justificou as medidas como necessárias, para conter despesas em função da crise econômica que ele atribui ao governo federal.

Valmir responsabiliza o governo do PT pelas medias anunciadas

Depois de toda essa hostilidade o prefeito disse que Itabaiana é um município privilegiado. “A crise não chegou aqui ainda não”.

Ao tomar conhecimento das declarações de Valmir de Francisquinho o Secretário de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – SEMARH, Olivier Ferreira das Chagas, principal nome do PT em Itabaiana e um dos mais destacados hoje no estado, reagiu afirmando que “Valmir perde oportunidade de ficar calado” e através de sua assessoria distribuiu nota extensa rechaçando os ataques ao governo federal.

Olivier aproveitou para questionar a gestão de Valmir, cobrando eficiência e transparência.

Criticou o modelo de gestão nas áreas de saúde, infraestrutura, educação, ação social, trânsito, entre outras e cobrou melhor remuneração para os conselheiros tutelares, agentes de trânsito, e o plano de cargo e salários dos servidores da administração geral.

Olivier usa o ataque como defesa

Leia a seguir a integra da nota de Olivier.

O prefeito Valmir usou a mídia esta semana para informar que demitirá servidores comissionados e extinguirá secretarias. Também aproveitou para atacar o governo petista, segundo ele “indecente, imoral, por conta da roubalheira a política econômica passa por sérias dificuldades, o que está repercutindo diretamente no orçamento público e privado”.  Depois conclui: “A crise não chegou aqui ainda não”.

Com todo o respeito a sua excelência, Valmir perdeu uma grande oportunidade de ficar calado, pois ouvindo suas palavras não encontramos nada de útil, mas despreparo e frenética promoção de politicagem.

Isso mesmo, a maior autoridade da cidade, que deveria estar preocupada em fazer uma gestão jovem, eficiente, pujante, planejada, com inovações, enfim, a altura do Povo de Itabaiana, vai às emissoras de rádio falar asneira, fazer ataques vis a políticos adversários, com nítido objetivo de aparecer, de jogar pra galera, quando deveria estar falando e discutindo com o povo sobre o seu governo, na maneira de aprimorá-lo, na transparência sobre os recursos do município, de como melhorar a educação, a saúde, a ação social, o trânsito, a organização da feira livre, a remuneração dos conselheiros tutelares, dos agentes de trânsito, o plano de cargo e salários dos servidores e como aprimorá-los na serventia ao povo.

Ele deveria também pensar em como valorizar um pouco mais a nossa cultura.  Deveria responder sobre a promessa de campanha de levar médicos especialistas aos Povoados, bem como sobre a malha asfáltica prometida para fora da sede da cidade; aliás, onde está à fábrica de asfalto móvel de dois milhões? Funciona mesmo?  Ou também é pirotecnia? Valeu o investimento?

Como homem público, lamento a conduta de Valmir. Percebo nele um político de visão curta e ingrato. Faz um governo medíocre, com ações limitadas de pagar a folha (e paga muito mal) e tocar algumas obras que foram planejadas e tiveram os recursos garantidos em governos anteriores; De outro giro, não consegue reconhecer que o governo petista trouxe a UFS e a EscolaTécnica Federal a nossa cidade, e que este mesmo governo patrocina 90% das obras que ele (Valmir) realiza no Município, seja calçamento de ruas e reforma ou contrações de praças na cidade e nos povoadas, ou qualquer outra.Um bom exemplo é a praça da juventude.

Sinto muito que Valmir não consiga enxergar ação virtuosa no governo que ele denigre, pois que trouxe a Itabaiana casas populares e o bolsa família, promovendo o mínimo de dignidade a milhares de pessoas e injetando dinheiro imprescindível em nossa economia.  E quanto ao governo petista estadual! Que dizer, Valmir? Uma ligeira lembrança: dobrou a malha asfáltica da nossa cidade, planejou e garantiu recursos para o nosso CEASA e para a rodovia estadual que ligará a BR 235 a 101, executou a maior reforma já realizada no Colégio Estadual Murilo Braga, construiu as clínicas da família, completou o anel do Estádio Presidente Médici, construiu a delegacia regional, reformou e ampliou o Hospital Regional Pedro Garcia Moreno Filho, inclusive implantando uma UTI com 10 leitos. 

Ora, senhor prefeito, o que a nossa gente espera é que vossa excelência realize uma gestão a altura da altivez itabaianense. Desça do palanque! Aproveite que a crise não chegou por aqui e realize um governo como prometeu em campanha. Chega de pirotecnia!

“Se Deus me der essa chance vou estar com os dois braços. Tenho disposição sim!”

para Luciano “cabe ao cidadão de Itabaiana, fazer a sua avaliação, sua reflexão”.

NA BOCA DO POVO também tentou ouvir a posição do presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe – ALESE, deputado estadual Luciano Bispo de Lima – PMDB, sobre as declarações do seu adversário, mas através da assessoria Luciano disse que não se posicionaria sobre o tema.

Através do diretor de imprensa da ALESE, Marcos Aurélio, o presidente disse que “Os itabaianenses façam os seus próprios juízos”. Segundo Marcos Aurélio Luciano entende que “Não deve dar declaração sobre as decisões administrativas de Valmir, são medidas que ele enquanto prefeito toma e cabe ao cidadão de Itabaiana, fazer a sua avaliação, sua reflexão”.

 

 

 

Deixe uma resposta